Bem vindo ao nosso Novo Portal
A fonte atualizada do mecânico
Olá, você é nosso convidado! Venha conhecer o Portal do Mecânico, a fonte do mecânico atualizado. Aqui você terá matérias técnicas, dicas interessantes, cursos e treinamentos, e muita troca de experiência entre profissionais experientes na arte de reparar veículos. Sejam todos bem vindos!
mar
13
Luiz Menezes dos Santos
Carro antialcoolismo não liga com motorista bêbado
Nossas Dicas
0

“Se a montanha não vem a Maomé, Maomé vai à montanha”. Ditado muito conhecido, agora pode ser aplicado também para a questão da Lei seca em São Paulo. Já que o desrespeito à Lei, a qual estipula tolerância zero para quem ingere bebida alcoólica e pega no volante, ainda é grande, a tecnologia vem dar uma mãozinha tanto para os boêmios como para o  poder público. Matéria do site Inovação Tecnológica aponta estudos promissores de universitários no México, os quais dão conta de que sensores especiais situados no interior do veículo, captariam alterações no nível de suor e odores exalados pelo motorista, impedindo a partida do motor. A indústria automobilística, acostumada a investir em tecnologia para ganhar competitividade, tem em mãos mais uma excelente oportunidade para atrair o consumidor. Para os boêmios inveterados, uma grande notícia para minimizar o peso na consciência. É a Tecnologia fazendo seu papel para melhorar as condições de vida para a população.

010170150311-carro-anti-bebadoMecânica

Redação do Site Inovação Tecnológica – 11/03/2015

Carro antialcoolismo não liga se motorista estiver bêbado

O desenvolvimento do sistema anti-bêbado está utilizando um carro construído na própria universidade.[Imagem: INVDES]

Bafômero e cheirômetro

Estudantes de engenharia mexicanos desenvolveram uma interface para automóveis que detecta se o motorista está bêbado.

Se um indivíduo embriagado tentar dirigir o AlcoStop, o carro não liga.

 

O sistema funciona através de uma série de sensores colocados no volante, na alavanca de câmbio e no assento, que detectam através do suor e da exalação se a pessoa está alcoolizada.

Se o resultado for positivo, o sistema desativa o motor, impedindo que o carro seja ligado.

Adicionalmente, um equipamento de GPS que permite monitorar o veículo em tempo real envia um sinal a familiares ou amigos cadastrados, informando a localização do ébrio e seu veículo igualmente incapacitado.

“Assim que outra pessoa se senta ao volante, o sistema faz uma reavaliação e, se estiver habilitada, o carro volta a funcionar,” conta a professora Karla Isabel García, coordenadora do projeto, feito por um grupo de três estudantes do Instituto Tecnológico de Cintalapa.

Alarme contra bêbado

A equipe agora está aperfeiçoando os sensores e efetuando os testes com pessoas que não apresentam muita transpiração, que podem passar por sóbrias na versão de protótipo.

A professora Karla afirma que o sistema poderá ser fabricado a um custo muito baixo, e poderá ser de interesse para frotas, carros de empresas e viaturas públicas, mas que também poderia ser instalado por qualquer pessoa.

“O ideal é que a pessoa compre e instale ela mesma. É praticamente como um alarme de carro voltado à detecção de álcool,” disse ela.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.